Na sessão de segunda-feira (8), a líder da oposição, Thaís Coutinho (PSB), pediu vistas de requerimentos de regularização fundiária.

A parlamentar pediu ao presidente da Câmara, vereador Catulé (PRB), um prazo para fiscalizar in loco os terrenos indicados pelo Poder Executivo para regularização.

Catulé acatou o pedido e informou que os terrenos já possuem imóveis, se tratando apenas de regularização fundiária, resultado da implantação do Programa Municipal de Regularização Fundiária. “Aconselho a nominar de um por um o endereço e confirmar”, sugeriu o presidente.

Ramos (SD) lembrou que o projeto da regularização fundiária foi um dos seus primeiros pedidos na Câmara. “Só 25% dos terrenos de Caxias têm documentos, então havia uma grande necessidade da aprovação desse projeto. Fico feliz em ver essa quantidade de processos, que prova que as pessoas estão se interessando em regularizar seus imóveis”, acrescentou.